Morte de Billy Graham é lamentada por líderes cristãos; Legado como evangelista é exaltado

A morte de Billy Graham foi repercutida por diversas lideranças cristãs ao redor do mundo e também por ex-presidentes dos Estados Unidos, além do atual mandatário do país, Donald Trump. Todos, sem exceção, destacaram a conduta irrepreensível do evangelista e seu legado para as futuras gerações.

Seu filho, pastor Franklin Graham – que herdou do pai ainda em vida a liderança da Associação Evangelística Billy Graham – usou sua página no Facebook para expressar seu sentimento: “Esta manhã, aos 99 anos, meu pai se afastou deste mundo para entrar à vida eterna no céu, preparado pelo Senhor Jesus Cristo – o Salvador do mundo – a quem ele proclamou por quase 80 anos”, escreveu.

Um dos netos do evangelista, Will Graham, relembrou uma das frases mais marcantes de seu avô nos últimos anos e fez um breve relato sobre como a família sentiu a partida de Billy Graham.

“Meu avô disse uma vez: ‘Um dia você vai ouvir que Billy Graham morreu. Não acredite nisso. Naquele dia, eu vou estar mais vivo do que nunca! Vou ter apenas mudado de endereço’. Meus amigos, hoje meu avô mudou-se da terra dos mortos para a terra dos vivos. Lamentamos que ele não esteja mais conosco fisicamente, aqui na Terra, mas não nos entristecemos como aqueles que não têm esperança. Meu avô investiu toda a sua vida em compartilhar a promessa da eternidade através de Jesus Cristo, e hoje ele teve a oportunidade de ver essa promessa cumprida quando, ajoelhando-se diante de seu Salvador ouviu as palavras: ‘Muito bem, servo bom e fiel’”, comentou Will Graham.

A Associação Evangelística Billy Graham informou que o evangelista faleceu às 07h33 da manhã da última quarta-feira, 21 de fevereiro, enquanto dormia. Ele estava sozinho, e foi encontrado por seu enfermeiro particular, que comunicou ao filho, pastor Franklin Graham, que estava em viagem na cidade de Dallas, Texas.

Brasil

Diversos líderes evangélicos, das mais diferentes denominações, exaltaram o legado deixado por Billy Graham após ter dedicado sua longa jornada a propagar a mensagem do amor de Cristo.

O reverendo presbiteriano Hernandes Dias Lopes comentou no Facebook: “Sua vida foi um exemplo, seu testemunho foi uma referência e sua pregação foi uma bênção para o mundo. Considerado o maior evangelista do século, pregou o evangelho em 185 países. Deus seja louvado por essa vida tão preciosa!”

O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) lamentou: “‪O mundo hoje perdeu um intercessor, um líder, um evangelista, uma reserva moral. Uma perda irreparável. Embora o céu se alegre, a Terra se entristece”.

O pastor da Assembleia de Deus e deputado estadual no Tocantins, Eli Borges (Pros), afirmou que “o evangelista Billy Graham, deixou um legado que ficará marcado nas gerações futuras, por seu exemplo de fé, dedicação à obra de Deus, modo de viver, exemplo de cidadão e pastor perante a sociedade mundial e americana”.

“As suas mensagens cristocêntricas levaram milhões de pessoas a alcançarem a salvação, a terem mudança de vida e de comportamento. O seu nome será lembrado por gerações”, acrescentou Borges.

O cantor Nani Azevedo destacou a amplitude dos feitos alcançados através da vida de Billy Graham: “Hoje o mundo se despede desse homem aos 99 anos de idade. Simplesmente a pessoa que mais alcançou vidas para Jesus através de suas pregações. Sempre pregou o Calvário, redenção…. o céu recebe esse principe do Senhor!”

A cantora Helena Tannure seguiu a mesma linha: “Que legado… A chama que ardeu nele continuará queimando em todos aqueles que sua vida tocou. Até aquele esperado dia!”

EUA

A Casa Branca divulgou um comunicado oficial, assinado pelo presidente Donald Trump, que expôs um fato a respeito do veterano evangelista: seu nome sempre esteve associado à divulgação do Evangelho.

“A crença inabalável de Billy no poder da palavra de Deus para transformar os corações deu esperança a todos os que ouviram sua mensagem simples: ‘Deus te ama’. Ele levou esta mensagem ao redor do mundo através de suas cruzadas, trazendo gerações inteiras para fé em Jesus Cristo”, contextualizou a nota.

O pronunciamento oficial do presidente Trump lembrou, ainda, as palavras de conforto de Billy Graham em um dos eventos mais trágicos da história americana: “Na sequência dos ataques de 11 de setembro de 2001, a América se voltou para Billy Graham na Catedral Nacional, que nos disse: ‘Podemos confiar em Deus, mesmo quando a vida parece estar mais escura’”.

Pessoalmente, Trump usou seu Twitter para expressar seu pesar pela morte do evangelista: “O grande Billy Graham morreu. Não há ninguém como ele! Sua falta será sentida por cristãos e membros de todas as religiões. Um homem muito especial”.

O vice-presidente Mike Pence expressou seu pesar e lembrou a esperança que tanto foi pregada ao longo de sua jornada: “O ministério de Billy Graham em prol do evangelho de Jesus Cristo mudou a vida de milhões. Nós choramos a sua morte, mas sei com certeza absoluta que hoje ele ouviu as palavras, ‘muito bem, servo bom e fiel’. Obrigado Billy Graham. Deus o abençoe”.

O ex-presidente Jimmy Carter, que é batista, disse que Graham “moldou a vida espiritual de dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo. Com sua mentalidade ampla, perdoadora e humilde no tratamento dos outros, exemplificou a vida de Jesus Cristo constantemente buscando oportunidades para servir”.

Outro ex-presidente que lamentou a morte do evangelista foi Barack Obama: “Billy Graham foi um servo humilde que orou por muitos – e alguém que, com sabedoria e graça, deu esperança e orientação a gerações de americanos”.

Com informações: gospelmais

Veja Também:

Veja Também

Funeral de Billy Graham será em tenda similar a de sua primeira cruzada

Billy Graham terminará da mesma forma que “começou”, sob uma grande tenda em frente a ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: