EdificanteMídiaÚLTIMAS

Modelo abandona carreira internacional após se converter ao Evangelho: “Essa atitude me transformou”

O modelo Luca Mendes chegou a ser o oitavo mais bem-sucedido profissional do mercado da moda em todo o mundo. Aos 24 anos, vivia em Nova York e tinha contrato com grandes marcas e agências de modelo, mas decidiu abandonar tudo para seguir a Jesus Cristo.

Em entrevista ao programa 180 graus – O Ponto da Virada, Mendes contou que chegou a receber convite para participar da série Lost, mas era infeliz e não sabia lidar com o vazio que sentia na alma. Como modelo, fez desfiles para marcas como Dior, Armani e Dolce & Gabbana, mas isso não o satisfazia.

“Eu nasci em um lar espírita e católico. Os meus pais iam na Igreja Católica e também iam em centros de espiritismo, mas o meu pai teve um problema com a minha irmã, ela não ia nascer perfeitamente e eles foram fazer um trabalho espírita. Mas deu um problema e eles acabaram conhecendo um rapaz da Igreja Batista e foi esse irmão que nos chamou e nos introduziu na igreja”, contextualizou.

Esse primeiro contato com a fé cristã protestante serviu para estabelecer parâmetros, mas a jornada de fé ainda teria capítulos importantes: “A gente começou a passar de igrejas em igrejas, até que encontramos a Igreja Adventista, mas eu ainda não estava acostumado. Meu contato com Deus era quase nulo”, contou.

“Aos 24 anos eu estava no auge da minha carreira, eu era modelo internacional e morava com minha namorada em Nova York, a gente viajava o mundo todo. Com 18 anos fui convidado por uma agência de Milão e a partir disso passei a trabalhar como modelo. Tranquei a minha faculdade, eu fazia Direito na época. Meu pai me liberou e eu fui. Viajei o mundo todo”, explicou, falando do sucesso profissional.

Infelicidade

Tantas oportunidades e uma carreira sólida não foram suficientes para evitar o sentimento de vazio: “Quando eu era bem jovem eu já tinha planejado a minha vida. Meu pai me ensinou assim, procurar dinheiro, sucesso, ser sempre o primeiro. E finalmente eu consegui atingir um dos maiores pontos que alguem poderia conseguir”, resumiu.

“O problema é que como o mundo te ensina que ali está a felicidade, a gente procura e quando a gente chega nesse ponto pensa que vai ser feliz. Só que quando você chega, você visualiza tudo aquilo… eu analisei a minha vida e me perguntava: ‘Porque eu acordo pela manhã, respiro? Para no dia seguinte fazer tudo outra vez?’. Então, eu fiquei pensando, será que é isso? Tem que ter alguma coisa a mais”, afirmou Mendes.

O ex-modelo disse que passou a “analisar” a vida que levava e chegou à conclusão de que “tinha tudo que um ser humano normal queria ter”, mas “não era feliz”.

“Então, eu falei: ‘O que está faltando para mim?’. Foi aí que eu voltei para o Brasil com a esperança de alcançar essas respostas e depois de uma análise profunda percebi que a única coisa que faltava era Deus. Então, eu comecei a procurar a Deus. Eu falava: ‘Deus, se você existe, aparece para mim’”, relembrou, afirmando que seu primeiro contato com o divino foi uma experiência com um bem-te-vi, que o levou a mudar de hábitos.

“Eu nunca mais parei de acordar pela manhã, falar com Deus e estudar um capítulo da Bíblia e essa simples atitude me transformou naquilo que sou hoje. Os meus amigos de antigamente não me reconhecem mais”, contou.

Assista

com informações gospelmais

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Comentários no Facebook

Fechar