BolsonaroPolíticaÚLTIMAS

Jair Bolsonaro quer juiz cristão no STF

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, participou de uma entrevista diferente na noite desta quinta-feira (2). Transmitida pela internet, a conversa de cerca de duas horas com três jornalistas conservadores abordou uma série de temas que geralmente não são tratados pela grande mídia.

Uma das questões foi a posição de Bolsonaro em relação à legalização do aborto, tema que está sendo debatido pelo Supremo Tribunal Federal, em resposta a uma ação do PSOL.

Bolsonaro reforçou sua posição pró-vida, e declarou que era contra a interrupção da gravidez.

Indo além, deixou claro que, caso eleito, vetaria a legalização do aborto. Em relação aos casos de estupro, de anencefalia ou nos quais há risco para mãe, admitiu serem “situações difíceis”.

Incisivo, explicou como agiria: “Se o Congresso aprovar o aborto, minha caneta vai vetar. Mas se o Congresso derrubar o veto, não posso fazer nada”.

Chama atenção também sua avaliação do STF. Ele lamentou que não há ministros cristãos na Suprema Corte do país. “Tem algum ministro do STF cristão de verdade? […] Por que um país que tem 90% da população cristã e não temos um ministro cristão? Até para fazer o contraponto”, argumentou.

Ele não falou em nomes, mas deixou claro que seria um cristão com conhecimento das leis, alguém capacitado.

Mostre mais

Artigos relacionados

Comentários no Facebook

Fechar