BolsonaroDestaquesPolêmicaPolítica

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro revelam que são pagos por igreja evangélica

A notícia foi publicada por um importante portal de notícias de Minas Gerais

Uma notícia publicada no site EM- Estado de Minas, na manhã deste sábado (08), trouxe ainda mais revolta sobre o caso do atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo a matéria, os quatro advogados que defendem Adelio Bispo de Oliveira, estão sendo financiados por uma igreja evangélica, da cidade de Montes Claros, em Minas Gerais.

A defesa de Adelio Bispo é formada pelos advogados; Marcelo Manoel da Costa, Oliveira Magalhães, Fernando Costa, Pedro Augusto de Lima Felipe e Zanone Manuel de Oliveira Júnior. Eles  estiveram todos na audiência de custodia, que ocorreu na cidade de Juiz de Fora, ainda na tarde da última Sexta-Feira (07).

Os advogados do réu preferiram manter em sigilo o nome da igreja que os patrocinaram, o que leva a imprensa a questionar o motivo de uma igreja evangélica decidir bancar tantos advogados para um homem preso em flagrante.

Uma outra hipótese, é que eles tenham mentido sobre essa informação, apenas para tirar o foco do verdadeiro financiador.

A Polícia Federal segue investigando se o homem agiu sozinho, ou se o atentado contra o presidenciável faz parte de um esquema montado para tirar a vida de Bolsonaro, envolvendo autoria intelectual.

Mostre mais

Artigos relacionados

Comentários no Facebook

Fechar